segunda-feira, 26 de maio de 2014

Senso di Unità


Nos achamos tão inteligentes em julgarmos os outros como ignorantes e irregulares, mas no fundo sabemos que tudo isso está ligado a nós, seja no mais alto nível intelectual, ou no limbo da ignorância.

Sou extremamente imperfeito. Embora eu me julgue consequente e centrado nas minhas escolhas, às vezes também me precipito em fazer julgamentos ou opinar erroneamente por simplesmente não estar satisfeito comigo mesmo, ou contente com meu estado de vibração, e que na maioria das vezes, acabo enxergando, ilusoriamente, que o erro está lá fora. São frutos do meu ego e insatisfações internas que ainda procuro abstrair e amadurecer com tais circunstâncias e com o devido conhecimento filtrado até agora.

E mais uma vez, analisando e observando essa vida (não só a minha), tenho a triste conclusão de que ainda estamos muito longe de aprendermos a gostarmos de nós mesmos com tanto "Duelo de Ego" que há por aí. O Senso de Unidade é algo que ainda deve ser trabalhado, mas que infelizmente só amadurecerá através de MUITA dor e sofrimento.

Devemos ter ciência de que cada um possui uma realidade particular, mas que ao mesmo tempo também está conectada com outras realidades, ao qual fazemos parte dela. Por tanto, qualquer forma de julgamento ou opinião sobre outras realidades devem ser feitas com duplo conhecimento e muita intuição, pois de fato só entendemos as "outras" realidades se vivenciarmo-las, ou termos extremo conhecimento sobre elas.

Tenho uma gratidão enorme por poder compartilhar o meu ponto de vista com cada um de vocês, embora muitos ainda continuem com medo de dizer o que pensam e de aceitar o que realmente são.

Seja lá o que você for, seja você mesmo, e não se camufle ou se molde atrás de dogmas, conceitos, doutrinas ou filosofias de vida. Isso é uma grande hipocrisia, jovem. Há uma vaidade doentia em querer demonstrar que "estamos fora do circulo de ignorantes".

No fundo, somos todos da mesma essência; da mesma sabedoria e da mesma ignorância. E não adianta você dizer que você é uma pessoa "correta", pois enquanto existir ignorância nesse mundo, isso também será de sua responsabilidade.

Seja o conhecimento; Dê conhecimento. Não seja um livro fechado e empoeirado.

Se o seu conhecimento não atinge nenhuma causa social, ele não serve absolutamente pra nada e você morrerá com ele sem ao menos expressá-lo.