sábado, 25 de julho de 2015

Apenas Ser

(Arte: Lora Zombie)
Talvez esse meu ser
Que não sabe exatamente o que ser
Desde que se denomina Ser
Exista para tentar compreender
Sem tentar impor, mas talvez dizer
Através do conhecer
Da interação, da reflexão, do tato e do prazer
Não importando a linguagem ou a forma que estabelecer
Tão pouco o tempo espaço do envolver
No trajeto inevitável e linear do morrer

Talvez esse meu ser
Só pode ser
Sem mistificar, sem mentir e sem correr
Tranquilamente ser
Com calma
Vamos permanecer

Feche os olhos, respire fundo e tente compreender
Não há pra onde correr
Nem o que esconder
Talvez apenas Ser