quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Disarmonia

Perde-se, ganha-se, conquista-se, renova-se, abstrai-se, muda-se! Tudo está em constante mutação. Nós nunca somos os mesmos, e se somos, não estamos sendo nós mesmos. Somos a centelha da Natureza em forma racional, mas que ainda não aprendeu a utilizar sua ferramenta e está em total desarmonia com ela.