domingo, 29 de setembro de 2013

Prova lasciando

Amar é libertar o outro ou qualquer outro ser de qualquer julgamento, independente do existente grau de ligação. Cada um nasce de um jeito, cada um aprende de um jeito e cada um encara e abstrai a vida como bem compreendeu até agora. 

Vamos aprender e ensinar, mas nunca limitar alguém com julgamentos que nós consideramos como "verdades". 

Tentemos ensinar o que sabemos, mas nunca impondo como verdade absoluta. 

Entremos na vida de cada um para um possível auxílio e uma transformação de um caminhar mais sereno e menos hostil, e se for a hora de partir, que partamos então. 

Deixemos cada um seguir o seu caminho. 

Assim sigo o meu, tentando deixar um pouco de mim em cada um, mesmo não sendo de ninguém, mas sim de todos que possuem a coragem de serem o que são.